Dicas gerais sobre Curitiba para os turistas de 1ª viagem

Dicas gerais sobre Curitiba para os turistas de 1ª viagem
Dicas gerais sobre Curitiba para os turistas de 1ª viagem

20 maio, 2015

O Brasil é, de norte a sul, um país cheio de surpresas pra quem se aventura a desbravá-lo. Por aqui, uma capital nunca se parece com outra, e é por isso que fazer turismo nas mais diversas regiões do país é sempre uma atividade nova. Prova disso é Curitiba, a capital do Paraná, que, em um primeiro contato, pode se mostrar muito diferente de uma cidade brasileira. Não é à toa que é considerada uma capital bastante europeia pela maioria dos turistas, e isso não diz respeito apenas a seu clima frio: sua organização urbana e o estilo dos curitibanos também remetem o turista às grandes referências do velho mundo.

A começar pelo clima, a capital paranaense é sempre uma caixinha de surpresas. Nos dias de verão é até comum topar com uma frente fria, e nos dias mais frios do ano, de vez em quando, até aparece um sol para fazer a alegria dos curitibanos. Essa é a primeira característica que lembra a Europa a turistas que já estiveram no velho continente. Quem opta pelo aluguel de carro na cidade tende a encontrar muita neblina e chuva na maior parte do ano, então os passeios devem ser feitos com atenção redobrada. A grande dica para quem vai sentir as variações climáticas da cidade curitibana pela primeira vez é ter sempre um casaco de sobreaviso, para que a mudança brusca de temperatura não atrapalhe o passeio.

Ainda em comparação a outras cidades europeias, Curitiba exibe uma característica bastante diferente de todas as outras capitais brasileiras: é uma cidade de organização urbana exemplar, sendo considerada capital-modelo em diversas áreas das políticas públicas. A mais emblemática delas é a preservação do meio ambiente, que Curitiba faz com louvor. A capital paranaense tem nada menos que 81 mil metros quadrados de área verde preservada, entre parques e bosques que dão o tom de uma das capitais mais naturais de todo o país. A preocupação com o meio ambiente e a boa forma com que ele é cuidado na cidade é tão evidente que o cartão postal curitibano mais importante é o Jardim Botânico e sua emblemática estufa de vidro. Não há nenhuma possibilidade de ir até Curitiba e não visitar o Bosque do Papa, com o seu memorial polonês e o Bosque Alemão. Deixar de ir nesses três pontos turísticos é a mesma coisa que estar lá e não ter ido ao melhor das áreas naturais da cidade.

voce-viajando-curitiba01

Voltando à organização urbana, o trânsito de Curitiba consegue ser tão problemático quanto qualquer outra capital, mas é menos caótico do que a maioria dos centros urbanos brasileiros. Portanto, se o objetivo da viagem é aproveitar ao máximo o que a cidade pode oferecer em qualquer área do turismo, alugue um carro em Curitiba sem medo e faça valer todo o passeio. As dicas são evitar os horários de pico e sempre reservar o veículo antes de chegar ao destino, para que o carro escolhido já esteja à espera no aeroporto.

Por fim, Curitiba é uma cidade “normal” em termos de vida noturna, barzinhos e baladas, mas o que vale realmente a pena por lá são os restaurantes e os diversos tipos de cozinha. Além da influência sulista, com o barreado e o churrasco, a cidade tem forte influência das culinárias alemã e italiana – essa última, com ótimas cantinas típicas espalhadas pelo tradicional bairro italiano de Santa Felicidade. Para almoços rápidos e lanches, não tem como não saborear o famoso cachorro quente curitibano, feito com várias “vinas” (salsichas, na linguagem local), vários tipos de queijo, recheios e molhos especiais. Assim como os parques e os museus curitibanos, o cachorro quente é quase um ponto turístico, e, por assim dizer, indispensável. Se você for visitar a cidade durante a época do natal, prepare-se para conhecer a cidade em sua época mais bonita e animada. Não é à toa que, além de cidade-modelo, Curitiba também é considerada a Capital Brasileira do Natal.

Com tantas belezas e opções, Curitiba destaca-se com um dos principais pontos turísticos do Brasil, recebendo turistas locais e de outras partes do mundo. Vale a pena colocar a cidade em seu roteiro de possíveis cidades para a próxima viagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *