Cristina Fernández sofre de hipotensão | Salud180

Cristina Fernández sofre de hipotensão | Salud180
Cristina Fernández sofre de hipotensão | Salud180

11 março, 2018

A presidente da Argentina, Cristina Fernandez, sofreu nesta terça-feira, 12 de abril, uma caixa de hipotensão, então, que suspendeu suas atividades oficiais para descansar. Através de um comunicado de imprensa, a Unidade Médica Presidencial, apontou que Fernández de Kirchner apresentou: “uma caixa de pressão arterial baixa, pelo que foi dito para descansar por 24 horas.”

A presidente da Argentina, 58 anos de idade, permanecerá na Residência Oficial de Olivos, na periferia de Buenos Aires e é esperado que nos próximos dias para continuar com suas atividades de trabalho.

O que é a hipotensão?

O de baixo, também conhecido como hipotensão, ocorre quando a pressão, durante e depois de cada batida do coração é muito mais baixa do que o habitual, o que significa que o coração, o cérebro e outras partes do corpo não recebem sangue suficiente.

A maioria dos normais estão na faixa de 90/60 milímetros de mercúrio (mm Hg) a 130/80 mm Hg, mas uma queda significativa, mesmo de apenas 20 mm Hg, pode causar problemas para algumas pessoas. A hipotensão afecta frequentemente jovens, adultos e crianças e ocorre quando uma pessoa está de pé por um longo tempo.

 

imagem11-03-2018-15-03-22

Fatores que desencadeiam ele

  • O excesso de calor
  • Ansiolíticos
  • Certos antidepressivos
  • Diuréticos
  • Coração medicamentos, incluindo medicamentos para a hipertensão arterial e doença coronariana
  • Medicamentos usados para a cirurgia
  • Analgésicos
  • imagem11-03-2018-15-03-22

     

    Em janeiro último, Fernandez de Kirchner sofreu uma (desmaio), como resultado de excesso de calor no verão. Nesse momento, seus médicos pessoais os regañaron porque, apesar das altas temperaturas do que a 25 de janeiro, a presidente da Argentina, realizado a sua rotina diária de ginásio, o que causou-lhes para ser desidratado e, em seguida, detonou o hipotensão.

    Dois verões atrás, em janeiro de 2009, pela prescrição do médico, a presidente Cristina Kirchner teve de adiar por uma semana de suas viagens a Cuba e a Venezuela, depois de sofrer uma imagem de que o forçou a suspender as actividades oficiais e descansar por 48 horas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *